24.1.04

porquê não sei, mas há coisas que me cortam a alma como uma faca. deglutinam-me por dentro. tão grandes, tão fortes, tão divinos e a mais pequena coisa mata-nos.

hoje acordei a pensar nisto mas deixei para pensar mais tarde quando me sentir forte e divino.