18.1.04

...o silêncio apoderou-se de mim...

agora não consigo falar, não consigo escrever. tenho medo de quando me voltar a sentar, a mão que segura a caneta se recuse a escrever. tenho medo de deixar de ter uma vida para além de mim, uma outra vida minha que não é minha de todo. tenho medo, tanto medo. medo do desconhecido. medo do amanhã. medo de continuar a viver. medo de me perder. quero estar só.

...o silêncio apoderou-se de mim...